sexta-feira, 27 de abril de 2012

As Cores da Poesia


Create a Free Slideshow

Durante o mês de abril, na nossa escola, houve perfume, poemas, flores, cores e sabores para celebrar as “As Cores da Poesia”. Para esta atividade, os alunos do 2.º ciclo nas aulas de Língua Portuguesa descobriram a linguagem poética e, dando largas à imaginação nas aulas de EVT, surgiram assim desenhos de borboletas, tulipas, rosas, pombas, enfim... jardins coloridos!
Com o apoio e colaboração dos encarregados de educação, dos professores e dos funcionários da escola, os alunos recolheram flores, folhas, serrim, casca de árvores, sal e outros elementos da natureza. E no dia 17 de Abril, arregaçaram as mangas e construíram, sob a orientação dos professores de EVT, um belíssimo tapete de flores, que ficou em exposição de modo a ser admirado por toda a comunidade educativa. Foi junto a esse tapete florido que os alunos do quinto e sexto anos declamaram poesia aos seus colegas dos jardins de infância, do 1.º e 2.º ciclo, que os ouviram inspirados e, agradados, aplaudiram com entusiasmo.
Mas como as flores não servem apenas para deleite do nosso olhar, a ementa da cantina também foi especial, permitindo aos alunos descobrir que, afinal, também há flores agradáveis ao nosso palato.
Foi, pois, uma forma diferente e lúdica de os alunos aprenderem novas aptidões e experimentarem novas emoções e sensações!

Testemunhos de alunos do quinto B:
“No dia 17 de abril, concretizou-se a atividade “As Cores da Poesia”. Fizemos uns tapetes de flores com sal, serrim, pétalas de flores, borra de café, folhas e casca de pinheiro. No dia seguinte, decoramos alguns poemas para os alunos do 5.º A, 5.º D e 6.º E. Eu estive muito nervoso mas acabei por me sair bem. Gostei muito desta atividade e gostava de a repetir em breve.”
João
 “Estivemos a construir tapetes floridos e a declamar poemas para outras turmas. Foi uma nova experiência bastante trabalhosa. Para mim, os alunos de quinto e sexto anos estão de parabéns, pois empenharam-se muito!”
Flávia
 “Na terça-feira 17 de abril, construímos o tapete de flores com o molde e os materiais trazidos de casa. Para fazer o tapete, iam quatro alunos de cada vez. Gostei muito de participar. Gostava que se fizesse mais destes trabalhos para que as pessoas pudessem ver e saber que tipo de trabalho fazemos nas aulas de EVT e de Língua Portuguesa.  O trabalho ficou bonito e contou com a colaboração dos alunos, professores e funcionários, não esquecendo os nossos pais.”
André
 “O nosso tapete foi feito junto ao das outras turmas formando um tapete gigante. No dia seguinte, declamamos poemas. Gostei muito desta tarefa, achei-a interessante e divertida. Espero voltar a repetir esta atividade porque assim perdemos o medo de enfrentar o público.”
Gonçalo
 “Gostei de ajudar a fazer os tapetes de flores e aprendi a não ter vergonha do público.”
Cláudia
 “Gostei muito de decorar e construir o nosso tapete e, também, adorei sentir o aroma das flores.”
Tiago
 “Adorei fazer o tapete de flores porque ficou muito belo e gostei de ver todas as turmas trabalharem juntas.”
António
 “Esta atividade foi muito interessante. Gostei mais de declamar os poemas, apesar de não me sentir muito à vontade. Parece fácil quando estamos a ler para nós, mas quando temos de enfrentar o público é mais complicado…”
Jéssica
 “Adorei realizar esta atividade pois aprendi que com a colaboração de todos a poesia pode ser emocionante e colorida.”
 Ana
“Todos trouxeram sal, flores, serrim, borra de café e folhas. Cada um contribuiu à sua maneira. Cada um fazia um bocadinho do tapete e assim todos ajudaram. Declamamos os poemas. Empenhamo-nos muito, pois não era fácil enfrentar o público. No fim, recebemos elogios dos professores e de alguns alunos. Esta atividade agradou-me e gostava que voltasse a acontecer.”
Sofia
 “Fiquei maravilhada e percebi quanto trabalho e esforço os meus amigos, professores, auxiliares e encarregados de educação tiveram. Gostei imenso dos tapetes!”
Érica

Nenhum comentário:

Postar um comentário