terça-feira, 20 de novembro de 2018

Centenário do Armistício - 100 Years of Remembering WWI



Após o fim da Primeira Guerra Mundial, o Rei George V declarou que o dia 11 de novembro seria dedicado à lembrança daqueles que morreram na Grande Guerra e, desde então, o Remembrance Day ou Armistice Day é comemorado no Reino Unido e nos outros países da Commonwealth (Canadá, Austrália, Índia, África do Sul...). A papoila tornou-se o símbolo desse dia.
Nos campos das terríveis batalhas de Flandres (em França e na Bélgica) as sementes de papoila, há muito adormecidas, floresceram no chão como nunca. Este fenómeno inspirou o médico militar canadiano John McCrae a escrever o seu famoso poema In Flanders Fields, no qual a papoila, com o seu vermelho vivo, simboliza os nossos mortos de guerra.

We Will Remember Them!

Os alunos de 6.º e 9.º anos participaram na comemoração do Remembrance Day ou Poppy Day com os seus professores de Inglês e de Português. Um grupo de alunos do 9.º ano, a Ana, o Guilherme, a Maria e a Sofia apresentaram com muita expressividade, a todos os seus colegas e docentes do 2.º ciclo e  9.º ano o famoso poema de John McCrae, no "campo de papoilas" da BE e nas aulas de História, Ed. Visual e Cidadania.

In Flanders fields 
 
In Flanders fields the poppies blow
Between the crosses, row on row,
That mark our place; and in the sky
The larks, still brav
ely singing, fly
Scarce heard amid the guns below.


We are the Dead. Short days ago
We lived, felt dawn, saw sunset glow,
Loved and were loved, and now we lie
In Flanders fields.


Take up our quarrel with the foe:
To you from failing hands we throw
The torch; be yours to hold it high.
If ye break faith with us who die
We shall not sleep, though poppies grow
In Flanders fields.




Nenhum comentário:

Postar um comentário