domingo, 21 de junho de 2020

Malala, finalista da Universidade de Oxford



Malala foi recompensada com o Prémio Nobel da Paz aos17anos (foi a mais jovem galardoada), pela sua luta na defesa do direito à educação que muitos negam às raparigas do Paquistão e nas regiões dominadas pelos taliban ou outros extremistas religiosos.Hoje com 22 anos, terminou o seu curso deFilosofia, Política e Economia, na prestigiada Universidade de Oxford.
Malala falou de como a pandemia “mudou muito no meu último ano na Universidade”: os irmãos, por exemplo, interrompiam frequentemente enquanto estudava, contou. “É difícil não pensar em tudo o que estamos a perder [com a pandemia]”, continuou. “Mas não estamos a perder o mais importante: a nossa educação”.
Escreveu dois livros, Eu Sou Malala O Lápis Mágico de Malala, e criou a fundação Malala Fund para “defender o acesso das raparigas a uma educação de qualidade” e recolher fundos para investir em “soluções centradas nas comunidades que permitam fornecer melhor educação, dando poder aos líderes e aos educadores locais”.
Informações recolhidas do jornal Público

Livros disponíveis na nossa BE:


Nenhum comentário:

Postar um comentário