quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Centenário do Armistício da 1.ª Guerra Mundial: comemorações

"Somente aqueles que nunca deram um tiro, nem ouviram os gritos e os gemidos dos feridos, é que clamam por sangue, vingança e mais desolação. A guerra é um inferno."
William Sherman


No dia 16 de novembro de 2018 , todos os alunos do 5, 6.º e 9.º anos e do 10.º A reuniram na BE para comemorar o Centenário do Armistício da 1.ª Guerra Mundial, com os seus professores de Português, Inglês, História, Espanhol, Ed. Visual e Cidadania. 
Alunos do 9.º ano declamaram em Inglês, com muita expressividade, o famoso poema Flanders Fields de John McCrae, no "campo de papoilas" que floresceu nos espaços da BE (também o voltaram a apresentar em diversas aulas).  
De seguida,  foi a vez dos alunos das turmas de 6.º ano que revelaram muito empenho, aplicação e sentido de responsabilidade na apresentação dos textos. Declamaram a versão traduzida pela escritora Inês Pedrosa do poema Flanders Fields,  Nos Campos da Flandres e apresentaram vários testemunhos desse terrível conflito. Foram apresentados citações e mensagens de personalidades, como o famoso escritor Thomas Mann, contra a guerra
Foram declamados poemas, como “Chuva em Ypres” de João Pedro Mésseder (Homenagem do poeta à cidade belga Ypres, situada na região de Flandres onde decorreram quatro batalhas que consumiram a vida de milhares de pessoas). Foram ainda lidas cartas enviadas por jovens soldados portugueses do CEP  para relembrar que a guerra é mesmo um inferno e nada tem de virtual!
Esta comemoração permitiu, a partir de várias atividades de diferentes literacias  (História - visionamento do filme "Soldado Milhões" e contextualização do conflito,  Inglês - Poppy Day e poema Flanders Fields , Português - cartas, poemas e debates-reflexão, Ed. Visual/EDV - Poppy Day), aos alunos de compreender as relações entre o passado e o presente, aos docentes de consolidar práticas de trabalho colaborativo e a articulação entre ciclos de ensino e, ainda, de promover parcerias e projetos com o meio envolvente (Câmara Municipal de Caminha, Museu Municipal de Caminha...), e sobretudo, realçar a importância de princípios e valores fundamentais como a tolerância, o respeito pela diferença e a paz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário