sexta-feira, 7 de junho de 2019

Projeto Nosso mar: escrita criativa

A partir da leitura orientada de dois poemas de Sophia de M. Breyner Andresen, um grupo de alunos do sexto ano participaram numa atividade de expressão escrita, proposta pela BE,  "à maneira de ...".


Mar imenso
sobre as ondas,
o vento passa veloz.

Mar imenso
a tua espuma leve e frágil
sussurra em segredo o meu nome

Mar imenso, mar imenso...
                                      
                                       Francisco B., 6.º C

Sobre o mar, a espuma
rodopia sem parar.
Mar sereno, mar brilhante
O teu canto faz-me sonhar
e muitas vezes voar. 
                                        Afonso R., 6.º C

Sobre a areia, o vento apaga
as pegadas das aves marinhas.

Mar salgado, mar esplêndido
Sobre a areia, os meu pés
caminham levemente.
                                     João C., 6.º C

Mar azul, mar intenso
o teu canto eterno
lembra o silêncio da dor

Mar azul, mar intenso
as ondas levam a memória
do passado suspenso.

                                     Produção coletiva de alunos do 6.º ano


Poemas estudados:

Mar Sonoro
Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho.
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim.
                                                           Sophia de M. B. Andresen

Fundo do mar

No fundo do mar há brancos pavores,
Onde as plantas são animais
E os animais são flores.

Mundo silencioso que não atinge
A agitação das ondas.
Abrem-se rindo conchas redondas,
Baloiça o cavalo-marinho.
Um polvo avança
No desalinho
Dos seus mil braços,
Uma flor dança,
Sem ruído vibram os espaços.
Sobre a areia o tempo poisa
Leve como um lenço.


Mas por mais bela que seja cada coisa

Tem um monstro em si suspenso.
                                               Sophia de M. B. Andresen 

Nenhum comentário:

Postar um comentário