segunda-feira, 4 de maio de 2020



Sábado, 25 de abril de 2020

Querido diário
Hoje é dia da Liberdade!
Toquei o hino nacional, a “Grândola Vila Morena” e a música “Somos Livres” no meu violino!
Estou-me a sentir feliz e um pouco cansada pois os professores enviam muitos trabalhos.
   Adeus!                            
                                                                                     Patrícia P.                       

Para mim, a liberdade é poder fazer tudo, mas sem ferir ninguém. É poder falar livremente do que penso, do que sinto e o que deveria de mudar sem ter medo do que os outros vão pensar de mim. É poder falar sem ser criticada por todos.
Liberdade é poder viver de maneira diferente, sem que os outros pensem que é errado, como acontece com os homossexuais que, nalguns sítios, não têm a liberdade de demonstrar aquilo que sentem, aquilo que são e de quem gostam.
Neste momento, devido à COVID-19, não conseguimos ter a liberdade de abraçar quem mais amamos de estar com a família e amigos. Nem podemos desejar os parabéns a familiares e não só.
Quando esta pandemia passar, a primeira coisa que vou fazer é visitar os meus familiares e amigos; brincar livremente nos parques, na praia, andar de bicicleta e dar muitos abraços a quem mais amo. 
 Liliana A.                    

       A liberdade é fazermos tudo o que quisermos, sem interferir na liberdade dos outros.
Por causa do coronavírus, deixamos de sair de casa, de poder passear, de ir à escola, de brincar com os amigos e deixamos de ter liberdade.
Agora percebo a importância da liberdade, porque antes não tinha pensado nisso.

Matheus A.       

A liberdade para mim é um direito que eu tenho para fazer o que quiser, desde que esteja dentro dos limites das leis. Para mim, também é um tesouro.
Antes do dia 25 de Abril de 1974 não tínhamos liberdade: não se podia dizer o que se pensava; não se podia votar; não se podia beber coca-cola; as meninas e os meninos não podiam andar juntos nas escolas e nos recreios; tinham muros a separá-los. Depois desse dia passaram a poder dizer o que pensavam, podiam votar, as meninas e os meninos poderam andar juntos na mesma escola, começaram a dar mais importância às mulheres,…
Hoje, não temos total liberdade como já tivemos, por causa da COVID-19: não podemos ir à escola, ir passear quando nos apetecer, sair do país sem uma explicação, fazer compras e, por exemplo, recorrer a espaços de lazer.
Para mim, a liberdade é um tesouro porque se não houver liberdade não posso ter liberdade de expressão nem fazer várias outras atividades de que gosto. Por exemplo hoje não posso fazer um desporto que adoro praticar, que é natação, por causa deste vírus.
Quando toda esta pandemia acabar, gostaria de voltar à minha vida normal, passear por onde quiser, ir à escola, mas sobretudo voltar à natação porque era quando me divertia mais no dia inteiro!

Matilde M.             

Nenhum comentário:

Postar um comentário