sexta-feira, 5 de junho de 2020

Amigas para sempre!





A minha primeira amiga na escola

Era dia 14 de setembro de 2013 e a minha carreira escolar iria começar. Entrei para o primeiro ano! Estava bastante nervosa, porque acabaria de entrar para uma escola nova em que não conhecia ninguém! Estava bastante tímida e não queria por nada que a minha mãe me deixasse lá sozinha.

Ela e os pais de todos os meus colegas estavam a ter uma reunião com o meu futuro professor, numa sala que se situava no rés-do-chão, enquanto eu estava sentada num banco sozinha na parte de fora. Essa sala era grande e toda decorada com letras e números que iríamos aprender.

A biblioteca da escola era logo a seguir a esse espaço, onde estava sentada. E lá, estava uma menina bastante alegre a jogar alguns jogos, porém também estava sozinha. Eu comecei a fixar o meu olhar nela, achei-a bastante bonita e com o cabelo muito comprido! Ela tinha os olhos muito bonitos e era muito magrinha. Passado alguns minutos, ela reparou em mim, fiquei com muita vergonha e fingi que não estava a acontecer nada. Ela arrumou os jogos com que estava a brincar e caminhou na minha direção. Eu nunca me tinha sentido tão nervosa!

Quando chegou a mim apresentou-se dizendo:

- Olá! Chamo-me Carolina e tu?

Eu, mais tímida que nunca, respondi quase sussurrando:

- Eu chamo-me Bárbara…

A Carolina apercebeu-se que eu era bastante tímida e que tinha bastantes problemas em fazer amigos novos. Então, ela decidiu mostrar-me confiança e toda a sua positividade! Começamos a falar sobre os nossos desenhos animados e cantores favoritos.

Depois de uma conversa de quase meia hora, já estava completamente à vontade com ela. Tinha acabado de fazer a minha primeira amiga! A partir desse dia, ela tornou-se a minha melhor amiga, que mais tarde me ajudou a fazer novos amigos. Com o tempo, fomos crescendo, mas continuamos inseparáveis!

Mesmo não morando na mesma freguesia, continuamos juntas na mesma escola e na mesma turma até aos dias de hoje, depois de quase sete anos! Continuamos unidas apesar de termos conhecido pessoas novas.

A Carolina foi a minha primeira amiga na primária e espero levá-la para a vida, pois ela ajudou-me a superar a minha timidez e a ter a facilidade de fazer amigos que tenho hoje, nunca a esquecerei!

Bárbara F., 7.ºA VPA


Uma surpresa

 

Estava um belo dia de verão, quando Melita dava os últimos mergulhos na piscina que ficava no centro de um floreado jardim perfumado a rosas. Aproximei-me da piscina e sentei-me na borda, a pensar no que ia fazer. Queria dar-lhe um presente para que não se sentisse sozinha e que lhe fizesse companhia sempre que chegasse do trabalho tarde e cansada. Já lhe tinha preparado uma surpresa.

- Lita, já é uma da tarde. Não achas melhor irmos almoçar? – perguntei-lhe com fome.

- Sim, estava mesmo a sair agora. – afirmou, saindo da piscina.

Pegamos as toalhas que tínhamos espalhadas ao longo da relva esverdeada e entramos no apartamento. Encomendamos rapidamente comida chinesa e comemos com bastante agrado, acompanhando a nossa série policial. Já satisfeitas, arrumamos a cozinha.

- E se eu te ajudasse a arrumar as caixas que estão na sala espalhadas? – perguntei, com um sorrisinho.

- Claro! – respondeu empolgada – Podíamos ouvir música, enquanto arrumávamos, para alegrar o momento.

- Boa ideia. – disse, procurando a coluna de som.

Ouviu-se um barulho estranho no meio das caixas encostadas à parede. Sorri e fingi-me de desentendida.

- O que foi este barulho? – perguntou preocupada.

- Acho que veio dali. – respondi, apontado para um monte de cartão.

Dirigindo-se à caixa e abrindo-a vagarosamente, estava escondida, no seu interior, uma gaiola prateada. Lá dentro, esticava um papagaio as suas asas azuis que lembravam o céu.

- É um presente que te quero oferecer. – afirmei, emocionada. – Esta prenda serve para que nunca te sintas sozinha e mostra o valor da nossa amizade.

- Uau! Que lindo! – saltitou de alegria, abraçando-me.

 

Nicole C., 7.ºA VPA


Nenhum comentário:

Postar um comentário